O novo sistema para pagamentos instantâneos anunciado pelo Banco Central do Brasil (BC) no início do mês será baseado na tecnologia blockchain. A meta é substituir, gradualmente, o uso de ferramentas como TED e DOC, reportou o Estadão.

A nova plataforma, ainda em desenvolvimento, vai conectar de forma direta, sem intermediários, diferentes bancos, empresas e pessoas — qualidade intrínseca da tecnologia que surgiu com o Bitcoin.

Segundo o BC, os pagamentos instantâneos serão feitos em alguns segundos e funcionarão por 24h todos os dias da semana.

“A novidade é que os códigos devem funcionar de forma unificada entre todos os atores do sistema financeiro, como bancos, pessoas físicas e comerciantes”, disse um empresário do ramo à reportagem.

Desta forma, as operações de TED e DOC, que são compensações consideradas lentas e de alto custos para os bancos, devem ganhar o upgrade da autarquia.

Esse sistema já previsto, conforme comentários passados do presidente do BC, Roberto Campos Neto. Em março desse ano ele disse: “Blockchain é meio barato, rápido e seguro de controlar operações”.

O novo meio de transferência já era discutido pela instituição desde dezembro de 2018, quando o BC emitiu um comunicado estabelecendo os parâmetros. No entanto, o lançamento da plataforma deve acontecer somente em novembro de 2020, diz o Estadão.

De acordo com o BC, o desenvolvimento da base de dados deve custar aproximadamente R$ 4,3 milhões, enquanto a manutenção está estimada em R$ 1,2 milhão ao ano.

Blockchain e QR Code
Dentre os cenários previstos para a inclusão dos usuários no sistema blockchain do BC é a criação de um login para cada pessoa. Isso também poderá ser feito com o número do CPF. Desta forma, extinguiria com a exigência de inserir a cada transferência todos os dados do usuário.

Outra possibilidade, diz o artigo, seria a substituição de cartões de crédito pela utilização do QR Code, que segue agora como uma tendência global. A confirmação da transação seria então pelos meios já conhecidos: identificação biométrica ou selfie.

FONTE: Portal Bitcoin